TELEFONE SEM FIO
29 de agosto de 2020
GINCANA “QUANTO MENOS, MELHOR!”
29 de agosto de 2020
Mostrar tudo

GUERRA DE BATATAS

Material: jornais e revistas para rasgar e amassar, duas bacias ou similar

O monitor deverá dividir os participantes em duas equipes. Cada equipe vai receber uma bacia ou recipiente grande e jornais e/ou revistas.

Será delimitado um espaço em que as equipes montarão seu quartel general para a preparação da munição para a guerra.

Em um tempo pré-estabelecido pelo monitor, às equipes, já devidamente instaladas cada qual em seu quartel general, deverão começar a amassar os jornais e as folhas das revistas “transformando-as em batatas” que serão as munições das equipes.

Ao sinal do monitor, as equipes guerrearão entre si, jogando “batatas” umas nas outras. Quem for atingido por uma “batata” não sairá do jogo. Ao próximo sinal do monitor a guerra deverá terminar e será contado o número de “batatas” que estejam em cada um dos lados do espaço.

A equipe que tiver menos “batatas” em seu lado será a vencedora!

Existe algumas VARIAÇÕES para essa atividade. Uma variação, poderá ser feita no cenário, onde o monitor disponibilizará, por exemplo, várias cadeiras para que as equipes façam uma barricada para se proteger. Também poderá ser feito com papelão, por exemplo, escudos que os soldados utilizarão para avanças fora de seus quarteis generais para que as “batatas” não os atinja. O monitor poderá colocar a regra de que, quem for atingido, deverá sair da brincadeira. O local a ser realizado essa atividade, poderá ser outros além do salão, como por exemplo, uma quadra, uma piscina que a munição de papel poderá ser substituída por pedaços de flutuadores (“espaguetis”).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *